Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

um eléctrico chamado desejo

um eléctrico chamado desejo

no reino da cegonha branca

a viagem está em continuo. e até um carteirista se sente assaltado com o que vê. entrei no reino da cegonha branca. e ajoelho-me à sua realeza. e cego perante a beleza do seu reino, o Cabo Sardão. permanece no mistérios dos reinos porque razão é este o único local no mundo onde as cegonhas nidificam em rochas. coisas estranhas, estas as das cegonhas. já não bastava trazerem bebés pendurados, para agora construírem ninhos nos altos rochosos.

são de outro reino estas cegonhas. até no amor. ou melhor, na fidelidade, que não é a mesma coisa. o casal mantém-se unido desde a primeira cúpula até à morte de um deles. falta saber se com a felicidade de eu a andar no meu elétrico.

lugar

perdi-me. novamente. é um hábito de que gosto. perder-me nos sítios que são lugares. em oposição aos não lugares. a sorte dos perdidos é que encontram sempre fé. e com a fé há jesus. em oposição ao ai jesus.

santa

as ilhas trazem mistérios. vivências sobrenaturais. estranhas entranhas do inexplicável. e assim foi. não brinquem com a santa. muito menos com santas de ilhas. têm o poder de poseidon. deixem-nas na sua santidade ou vão arder.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D