Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

um eléctrico chamado desejo

um eléctrico chamado desejo

maus fígados

ando com maus fígados. ando em rota de colisão. comigo mesmo. não é bater de frente, é bater em mim. e bati. faltei à rota das estrelas. ausento-me do mundo. porque ando perdido na estratosfera. as estrelas têm luz. mas não consegui. encadearam-me. hei-de voltar à luz. o eléctrico tem luz. sou dos carteiristas que prefere roubar às claras. um dia. mais perto do que longe.

pelos trilhos. pelos carris.

a árvore da casa

a minha casa não tem chão, mas tem uma árvore. subo. preciso da árvore para fazer o chão que ardeu. subo. gosto de subir árvores. de ver pela sua altura. subo. a minha árvore tinha uma única folha. subo. ao subir abanei a árvore com o meu peso. a folha caiu. a única folha. agarrei-me à árvore que ainda não era chão. e chorei.

sem chão

cheguei a casa e perdi-me. é contra natura. a casa é onde nós encontramos. é nossa. conhecemos todos os cantos e recantos. com encanto. então como te perdeste? não fiquei sem teto. fiquei sem chão. pior.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D