Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

um eléctrico chamado desejo

um eléctrico chamado desejo

fisgo-te

image.jpg

no jogo do amor fisgo-te. faço pontaria na distância que nos separa. fecho um olho e miro-te. miro de fora e do avesso. estico o que posso. aperto. lanço o cupido fisgado. distrai-se com mamilo em estado de sítio. por pouco quase falho o coração para onde a mira apontava. acerto e o cupido faz ricochete. atingiu-me com a violência de um míssil. fisguei-te e fui fisgado. é está a arte da guerra. amor com amor se leva nas trombas.

dominó

neste espaço viajo. assalto a tua mente. sou carteirista. assalto. liberto-me de mim para me encontrar. neste espaço sou feliz. neste espaço tocamo-nos. somos só nós. na loucura do prazer. bate-me. quero. sentir a tua mão na dor de prazer. bato-te. quero que sintas toda a força que me vai nas entranhas e é expulsa pelas mãos.

entreaberta

no vocabulário das palavras usadas, pronunciamos pela boca a palavra entreaberta. se pensarmos, por oposição, nunca usamos a palavra entrefechada. é porque a entreaberta vem do coração.

estendal

fui estender a roupa. leva o vento a tristeza que se evapora. abana no estendal. segura nas molas por entre as rajadas. seca, como secam as lágrimas enxutas da face. sem o peso das lágrimas a roupa fica mais leve. e segura-se.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D