Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

um eléctrico chamado desejo

um eléctrico chamado desejo

ninguém

esta chuva que cai quebra a minha solidão. molha o silêncio em que estava mergulhado. no seu ruído naufrágo sem deixar rasto por entre o pensamento que me acolhe. e borbulho na imersão da saudade. sem grito de terror, porque ninguém me ouve do fundo.

inventar-se

o desafio de cada dia é inventar-me sem deixar de ser o que sou. é vir aqui escrever e olhar para este blogue como se fosse um jardim e, olhar para as flores, ainda que belas, estejam por vezes tristes. mas procuro felicidade em cada palavra feita flor, porque a felicidade está na atenção de um detalhe, na atenção que dou a cada flor.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D